Medição automatizada de umidade de carvão antracita – economia de tempo e custos através de amostragem otimizada

Fabricante de carvão de processo | M-Sens WR

Cliente: Fabricante de carbono de processo

Material: Antracite

Faixa de umidade: aprox. 7%

Instalação: Correia transportadora (Instalação com lançadeira após a saída do tambor de mistura)

APLICAÇÃO:

Nosso cliente é um fabricante líder de carbonos de processo. Mais de 70.000 toneladas de coque seco, antracite, carvão soprado e carvão de liga são produzidos a cada ano para as indústrias de ferro, aço e eletrodos em toda a Europa, bem como para outras áreas de aplicação.

O carvão antracite é de qualidade particularmente elevada. No início do processo de beneficiamento, o material está na forma de pó, que é então processado em briquetes. Para que ele seja formado em um briquete, ele precisa de uma faixa de umidade especial. Se o pó estiver muito úmido, ele gruda no molde. Se estiver muito seco, por outro lado, um briquete não pode ser formado. Para obter a faixa de umidade correta, o antracito úmido é misturado com amido seco. O operador da planta coleta uma amostra do material a cada 15 minutos para verificação.

Para automatizar e otimizar esta amostragem manual, o cliente procurava agora uma solução de medição.

SOLUÇÃO

Usando um M-Sens WR, a umidade do material do antracito pode ser determinada continuamente e durante o processo. A amostragem manual pelo operador da planta não é mais necessária. Se o M-Sens WR detectar um aumento no valor da umidade, o operador da planta pode adicionar mais amido seco. Se o valor de umidade for muito baixo, a adição de amido seco pode ser reduzida.

A umidade é medida logo após a saída do tambor misturador na esteira transportadora, onde o carvão antracito é misturado com o amido seco. A faixa de medição aqui é de 0-10%. O teor de umidade desejado pelo cliente é de aprox. 7%. Um sistema adsaptado para o M-Sens foi usado para medir na correia transportadora. Isso é usado para adaptar o sensor a diferentes alturas de material, especialmente em esteiras transportadoras, e assim permitir um contato constante com o material.

O sistema padronizado inicialmente provou ser menos do que ideal porque era muito largo para a correia transportadora. Além disso, o sistema de medição não desceu o suficiente e, portanto, não teve contato contínuo com o material. No entanto, não foi possível abaixar mais o sistema, pois isso danificaria a correia transportadora.

Em estreita cooperação com o cliente, desenvolvemos um novo sistema especial que resolveu o problema. O novo sistema tem uma lingueta mais estreita que se adapta à correia transportadora. Além disso, a mola do slide foi modificada. O cliente inclinou a corrediça para adaptá-la às condições da correia transportadora. Isso resolveu o problema do cliente; o teor de umidade do antracito é medido automaticamente e a amostragem manual não é mais necessária.

BENEFÍCIOS DO CLIENTE

  • Economia de tempo e custo por meio de amostragem automatizada
  • Reação rápida a mudanças no teor de umidade
  • Maior qualidade do produto através do monitoramento constante da umidade
  • Uso otimizado de matérias-primas